‘Olho de Gato’ e comparsa acusados de matar policial Monteiro em Imperatriz são capturados em Marabá/PA

‘Olho de Gato’ e comparsa acusados de matar policial Monteiro em Imperatriz são capturados em Marabá/PA

previous arrow
next arrow
Slider

A polícia prendeu no início da noite desta segunda-feira (30) na cidade de Marabá/PA, os dois envolvidos no assassinato do soldado da Polícia Militar do Estado do Maranhão, Wanderson Monteiro. Os acusados Pedro Vinícius da Silva vulgo ‘Olho de Gato’ e Émerson Santos de Sousa, estavam fugindo em uma Van quando acabaram sendo descobertos por uma passageiro, que acionou a polícia.

Entenda o caso

Na tarde de Segunda-Feira (23), por volta de 14:30hs, o policial militar Wanderson Monteiro/18, de 27 anos, foi assassinado na cidade de Imperatriz. Ele estava a paisana quando foi assassinado dentro de uma loja de celulares na Rua Paraíba, Bairro Juçara.

Os bandidos entraram na loja de celulares para assaltar, e o SD Monteiro estava fazendo um trabalho extra, como segurança da loja, a paisana, e teria reagido ao assalto. Monteiro foi atingido no rosto, e pelas imagens das câmeras de segurança, o disparo foi feito por Pedro Vínicius, o ‘olho de gato’, que ainda levou a rama do policial.

Uma unidade do SAMU esteve no local, mas o a vítima já estava sem vida. Wanderson era policial, lotado no 30º BPM e trabalhava em Buriticupu, graduado em Administração e estudante de Direito na Facimp; era recém casado, ingressou na Policia Militar em 2018 e deixa a esposa grávida no 7º mês de gestação.

A polícia Militar de Imperatriz estava oferecendo uma gratificação de R$ 5 mil reais

Um cartaz com a foto dos dois envolvidos no crime já foi divulgado. A Polícia Militar está oferecendo recompensa de R$ 5 mil reais para quem soubesse informações que levasse ao paradeiro dos suspeitos.