LUTO: Corpo do garoto que estava desaparecido ao cair em Bueiro é encontrado nesta manhã em Açailândia

LUTO: Corpo do garoto que estava desaparecido ao cair em Bueiro é encontrado nesta manhã em Açailândia

previous arrow
next arrow
Slider

O corpo do garoto Ismael Pereira Castro, de 10 anos de idade,  que estava desaparecido, ao cair em bueiro e ser arrastado pela enxurrada de água da forte chuva na tarde ontem (quinta-feira) é encontrado pelo Corpo de Bombeiros, na manhã desta sexta – feira (05), em Açailândia-MA.

ENTENDA O CASO

Tarde de Quinta-Feira (04) em Açailândia, onde o menino desapareceu ao cair em bueiro.

Segue desaparecido, o garoto identificado como Ismael Pereira Castro, de 10 anos de idade, arrastado pela enxurrada no fim da tarde desta quinta-feira (04), na Rua 13 de maio, no Bairro Laranjeiras, em Açailândia.

De acordo com informações obtidas com exclusividade pelo Blog do Antônio Marcos, o garoto brincava na chuva com um coleguinha, quando caiu, bateu cabeça e foi arrastado pela enxurrada, para dentro de um córrego, que corta a cidade. Ainda segundo informações, uma pessoa que passava no local ainda teria tentado impedir que o garoto fosse levado pela água, mas não conseguiu.

Homens da Força Tática do 26º Batalhão de Polícia Militar, sob o comando do Tenente Coronel Jonilson Diniz e do Corpo de Bombeiros, comandados pelo Sargento Almeida, estiveram no local, mas as buscas foram interrompidas devido a chuva “torrencial” que cai em Açailândia.

O trabalho de buscas será retomado nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (05), segundo o Corpo de Bombeiros. A defesa Civil, sob o comando do Subtenente Miranda também participará da operação.

Veja o local onde o garoto caiu… Informações dão conta que outra criança já havia caído no mesmo local antes

De acordo com informações colhidas pelo Blog do Antônio Marcos, o bueiro localizado na Rua 13 de maio, no Bairro Laranjeiras, onde o garoto Ismael Pereira Castro (10), caiu na tarde desta quinta-feira (04), já havia “engolido” outra criança há cerca de 5 (cinco) anos atrás.

No primeiro caso, o garoto fez um percurso de aproximadamente 300 metros por dentro do bueiro, até cair no córrego, mas felizmente sobreviveu. No primeiro  caso se deu durante o dia, o que acabou facilitando o socorro.

Sobre o Bueiro

Segundo pessoas que moram próximo ao bueiro onde as crianças caíram, quando foi construído, o mesmo continha grades de ferro para evitar entupimentos e acidentes dessa natureza, mas ainda segundo relatos, a proteção foi arrancada por moradores que passaram jogar lixo no local, para que os resíduos fossem levados pela água para dentro do córrego, o que além de vergonhoso, caracteriza crime ambiental.

Os moradores esperam que agora, depois desses dois episódios, a gestão pública tome uma providência.

Com informações do Blog do Antônio Marcos (Açailândia).