Caixa lança aplicativo para pagar o auxílio emergencial; veja como usar

Caixa lança aplicativo para pagar o auxílio emergencial; veja como usar

previous arrow
next arrow
Slider

Ferramenta Caixa TEM já está disponível para os sistemas operacionais Android e iOS e servirá para os contemplados pelo auxílio emergencial que precisarão da poupança digital

A Caixa Econômica Federal formulou um novo aplicativo para efetuar o pagamento do auxílio emergencial de ao menos R$ 600 a trabalhadores informais e pessoas de baixa renda. A ferramenta chama-se Caixa TEM e é destinada aos cerca de 30 milhões de brasileiros que não tinham conta em nenhuma instituição bancária e optaram por receber o benefício por meio da Poupança Social Digital Caixa.

De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, as pessoas que tiverem o auxílio creditado na conta poupança poderão movimentar o dinheiro por meio do aplicativo. Elas poderão fazer transferências entre contas da Caixa de modo ilimitado e terão três transferências gratuitas para outros bancos a cada mês, pelos próximos 90 dias. O Caixa TEM também vai oferecer a possibilidade de pagamento de boletos e contas de água, luz, telefone etc.
A ferramenta já está disponível para download, tanto para o sistema operacional Android quanto para o iOS. Segundo Guimarães, o aplicativo foi pensado como uma maneira de evitar aglomerações em agências da Caixa ou em casas lotéricas de pessoas que queiram sacar o dinheiro do auxílio. Veja como baixar e utilizar o Caixa TEM.

Entenda que são Dois aplicativos

O Caixa TEM, explica Guimarães, será exclusivo para o repasse dos recursos do benefício. Para quem ainda não fez o cadastro para solicitar o recebimento do auxílio, é necessário fazer a solicitação por meio de outro aplicativo ou site o Caixa Auxílio Emergencial.
“Qual é a razão de dois aplicativos? Um será de cadastramento, em que as pessoas colocam os seus dados, e a Caixa envia esses dados para o Ministério da Cidadania e para a Dataprev, para que eles façam a verificação, e depois nós recebemos o retorno. E quando recebemos, o pagamento não é feito pelo aplicativo de cadastramento, mas por esse segundo: o Caixa TEM”, diz.

“Neste aplicativo, as pessoas podem realizar transferências e podem realizar pagamentos de contas. Inclusive, temos parceria com 700 empresas das mais variadas, de farmácias, padarias, para que as pessoas possam realizar algum tipo de consumo”, detalhou Guimarães.

Segundo ele, uma nova versão do Caixa Auxílio Emergencial será disponibilizada a partir de de segunda-feira (20/4) para que pessoas com problemas no CPF em função de pendências eleitorais possam fazer o cadastro normalmente, por exemplo. Guimarães comentou que ao menos 12 milhões de CPFs foram identificados nessa situação. De todo modo, os titulares ainda precisarão de análise da Dataprev, seguindo todo o procedimento estabelecido.
“Como algumas regras mudaram, haverá uma nova versão. Antes a pessoa não poderia ter o CPF (cadastrado) caso tivesse problema com eleição. Agora, isso mudou”, comentou o presidente da Caixa. “Como já fizemos 36,7 milhões (de cadastros), realizar mais 5, 10 ou 12 milhões já entrou na esteira”, acrescentou.